“PAPIRUS em nova fase - em nova temporada - ALÉM DO PRINCÍPIO DO PRAZER
BLOG - STEER RH CONTATO













 01/02/2007 a 28/02/2007
 01/01/2007 a 31/01/2007
 01/07/2006 a 31/07/2006
 01/03/2006 a 31/03/2006
 01/02/2006 a 28/02/2006
 01/01/2006 a 31/01/2006
 01/12/2005 a 31/12/2005
 01/11/2005 a 30/11/2005
 01/10/2005 a 31/10/2005
 01/09/2005 a 30/09/2005
 01/08/2005 a 31/08/2005
 01/07/2005 a 31/07/2005
 01/06/2005 a 30/06/2005
 01/05/2005 a 31/05/2005
 01/04/2005 a 30/04/2005
 01/03/2005 a 31/03/2005
 01/02/2005 a 28/02/2005
 01/01/2005 a 31/01/2005
 01/12/2004 a 31/12/2004
 01/11/2004 a 30/11/2004
 01/10/2004 a 31/10/2004
 01/09/2004 a 30/09/2004
 01/08/2004 a 31/08/2004
 01/07/2004 a 31/07/2004
 01/06/2004 a 30/06/2004
 01/05/2004 a 31/05/2004
 01/04/2004 a 30/04/2004


 Dê uma nota



Mais além do Princípio do Prazer
 Em .A. aprecio e daí, atrevo-me
 Absorvendo mim Mesmo
 Anti-Marmotagem
 Aquarela das Cores
 Em .B. bailo ao bel-prazer
 Botequim Poético
 Breves Histórias Cotidianas
 Em .C. cadencio em movimentos
 Celebreiros
 Em .D. desejo em desmensura
 De Gaulle Tinha Razão
 Dígito
 Em .E. efervecente emoção
 Ensaios do Eu
 Escucha me Porra
 E tenho dito
 Eterno Amor de Platão
 Em .F. farto-me da fome
 Feita em Versos
 Em .G. garimpo gozos
 Grande Onda
 Giramundo (...) Girassol
 Em .H. de haver faço harmonia
 Em .I. me inspiro com impudor
 Em .J. faço jus
 Em .L. latejo em labirintos
 Em .M. descubro outros matizes
 Mamas e Tramas
 Marcelo Brettas
 Moacir Caetano
 Monolito
 Mude
 Muiraquitã
 Em .N. norteio o que vinga
 Neurotóxicos e Chuvas Esparsas
 No Problem
 No Lado Escuro da Lua
 Em .O. observo o oculto e ouso
 Em .P. percorro-me em paixão
 Patrícia Costa
 Pérolas de Pérola
 Primícias Poéticas
 Em .Q. alimento meu querer
 Em .R. reedito o risco
 RevelAções
 Revelando Segredos
 Em .S. saboreio e me sincronizo
 Sabor de Gente
 Semeando Palavras
 Sem Pé Nem Cabeça
 Shilolo
 Em .T. tesão, textura e talento
 Textura
 Troca Letras
 Em .U. me umideço e ultrapasso
 Em .V. valorizo e verborrageio
 Vergonha dos Pés
 Véu de Maya
 Vida como uma Rosa
 Em .W. viro wildiana
 White Star
 Em .X. xereteio
 Em .Z. zanzo em zás-tras
 
 FOTO RABISCOS
 Ady Morena
 Kele Santana
 Moacir Caetano I
 Moacir Caetano II
 Moacir Caetano III







ALÉM DO PRINCÍPIO DO PRAZER
 

MANHÃ

Nem vou fazer rasgação de seda para esses dois aí abaixo (desnecessário), além do mais,...  tem umzinho deles, que nunca mais na vida, publicou nada,... rs

 

 

MANHÃ

 

Decca, Marcelo Brettas & Moacir Caetano

 

Acordou...
À sua frente, se descortinava o sol, lambendo seus cabelos desgranhados.
Começou a se espreguiçar lentamente, sentindo o ar fresco da manhã deslizar por sua pele... uma preguiça gostosa...
Então se lembrou do corpo!
Olhou ao seu lado e ele ainda estava lá!
Fechou os olhos, abriu-os, repentinamente...
"Não, não fora um sonho!", pensou, tentando envergonhar-se, mas a lembrança do ocorrido impregnava-lhe um sorriso maroto na face.
Começou a pensar em mentiras, versões que provocassem menos comentários e condenações durante o velório. Nada lhe parecia razoável.
A verdade é que lá estava ela, completamente nua, apreciando a nudez, já sem vida, do marido de sua melhor amiga, que horas antes lhe dera o seu último orgasmo.



 Rabiscado por Decca às 09h19 [] [envie este rabisco]


PAR DE TRÊS

Ainda havia essa poesia esperando para ser publicada, e quanto a esses moços, desnecessária é a apresentação:

 

Decca, Marcelo Brettas & Moacir Caetano



Dançando valsa com seus dois pares
a menina dos cabelos vermelhos
ensaia um passo com malabares
brinca com seus espelhos pelos ares
e infinita abraça-se se ao que virá...

E mal tocando quase sem tocar
desliza entregue no golpe do aspirar
flutuando em direção oposta
e quando num suspiro de relance sente a mão espalmar,
rodopia no sopro do outro a brincar

O par de três sem regras a lhes ditar
sente a luz de um ao outro iluminar
o tablado um trilho feito e acabado
uma história escrita muito antes desse doce bailar
vontade simples de almas sempre a se tocar.



 Rabiscado por Decca às 20h26 [] [envie este rabisco]