“PAPIRUS em nova fase - em nova temporada - ALÉM DO PRINCÍPIO DO PRAZER
BLOG - STEER RH CONTATO













 01/02/2007 a 28/02/2007
 01/01/2007 a 31/01/2007
 01/07/2006 a 31/07/2006
 01/03/2006 a 31/03/2006
 01/02/2006 a 28/02/2006
 01/01/2006 a 31/01/2006
 01/12/2005 a 31/12/2005
 01/11/2005 a 30/11/2005
 01/10/2005 a 31/10/2005
 01/09/2005 a 30/09/2005
 01/08/2005 a 31/08/2005
 01/07/2005 a 31/07/2005
 01/06/2005 a 30/06/2005
 01/05/2005 a 31/05/2005
 01/04/2005 a 30/04/2005
 01/03/2005 a 31/03/2005
 01/02/2005 a 28/02/2005
 01/01/2005 a 31/01/2005
 01/12/2004 a 31/12/2004
 01/11/2004 a 30/11/2004
 01/10/2004 a 31/10/2004
 01/09/2004 a 30/09/2004
 01/08/2004 a 31/08/2004
 01/07/2004 a 31/07/2004
 01/06/2004 a 30/06/2004
 01/05/2004 a 31/05/2004
 01/04/2004 a 30/04/2004


 Dê uma nota



Mais além do Princípio do Prazer
 Em .A. aprecio e daí, atrevo-me
 Absorvendo mim Mesmo
 Anti-Marmotagem
 Aquarela das Cores
 Em .B. bailo ao bel-prazer
 Botequim Poético
 Breves Histórias Cotidianas
 Em .C. cadencio em movimentos
 Celebreiros
 Em .D. desejo em desmensura
 De Gaulle Tinha Razão
 Dígito
 Em .E. efervecente emoção
 Ensaios do Eu
 Escucha me Porra
 E tenho dito
 Eterno Amor de Platão
 Em .F. farto-me da fome
 Feita em Versos
 Em .G. garimpo gozos
 Grande Onda
 Giramundo (...) Girassol
 Em .H. de haver faço harmonia
 Em .I. me inspiro com impudor
 Em .J. faço jus
 Em .L. latejo em labirintos
 Em .M. descubro outros matizes
 Mamas e Tramas
 Marcelo Brettas
 Moacir Caetano
 Monolito
 Mude
 Muiraquitã
 Em .N. norteio o que vinga
 Neurotóxicos e Chuvas Esparsas
 No Problem
 No Lado Escuro da Lua
 Em .O. observo o oculto e ouso
 Em .P. percorro-me em paixão
 Patrícia Costa
 Pérolas de Pérola
 Primícias Poéticas
 Em .Q. alimento meu querer
 Em .R. reedito o risco
 RevelAções
 Revelando Segredos
 Em .S. saboreio e me sincronizo
 Sabor de Gente
 Semeando Palavras
 Sem Pé Nem Cabeça
 Shilolo
 Em .T. tesão, textura e talento
 Textura
 Troca Letras
 Em .U. me umideço e ultrapasso
 Em .V. valorizo e verborrageio
 Vergonha dos Pés
 Véu de Maya
 Vida como uma Rosa
 Em .W. viro wildiana
 White Star
 Em .X. xereteio
 Em .Z. zanzo em zás-tras
 
 FOTO RABISCOS
 Ady Morena
 Kele Santana
 Moacir Caetano I
 Moacir Caetano II
 Moacir Caetano III







ALÉM DO PRINCÍPIO DO PRAZER
 

ATCHIMMMM (ainda assim...)

isso vai parar algum dia, não vai?!!!,...

... e onde me falta a inspiração, (talvez ela nem falte,... talvez saia com os espirros, e se perca por aí...rs*),... sobra em outros lugares,... e foi com o que me deparei, ontem, ao visitar um blog amigo,... Moacir Caetano seus escritos sempre me agradam e ontem, em especial,... encontrei algo de muito familiar, por lá (rs*):

DECCA

moacircaetano


Os cabelos, maravilhosos
tingem de vermelho o pôr-do-sol
e nada mais importa, nada mais
nada além da tua urgência,
da tua presença na distância...

Vozes se ouvem na escuridão
rasgando de luz o instante
Uma voz sem voz, um sussurro
mas que tem rosto agora, uma voz
inebriante...



entre espirros, dores de cabeça, alguma tosse e muita preguiça,... fazia uma leitura descompromissada e surgiu, uma profunda emoção,... pelo carinho, pelos momentos, palavras dedicadas... e ADOREI! AMEI cada letrinha!

mudando de assunto, mas ainda falando de inspiração,... vale a pena visitar o site abaixo e ver/ ouvir o vídeo:

I LOVE DEATH


e para encerrar,... estão montando uma confusão danada lá no ENSAIO ABERTO. CLIQUE AQUI



 Rabiscado por Decca às 08h07 [] [envie este rabisco]


ATCHIMMMM

eu bem que tentei alguns rabiscos,... mas só saem espirros,...
...mesmo assim,... vale uma dica:

imagine a cena,... ambiente quente e acalorado pela quantidade excessiva de pessoas,... chão com piso de madeira, várias cadeiras espalhadas pelo espaço, em nenhuma delas, um lugar,... todas estão ocupadas,... pelas laterais, as pessoas se amontoam, em pé,... algumas nas pontas dos pés,... os olhos, todos fixos, em uma única direção. As últimas notas músicais ainda não silenciaram, mas todos os presentes iniciam tímidas palmas, e evoluem e viram, salvas de palmas,... a emoção vai contagiando, e as pessoas que assistiam, confortavelmente, sentadas em suas cadeiras, iniciam um bater dos pés, frenéticos, no piso de madeira,... até que o som vai tornando-se ensurdecedor,... a banda Carolina Sennegal, após vislumbrar toda essa energia,... reinicia com mais alguns acordes e toca o seu maior sucesso do momento,... 
 
Esse trio que soma:
3 jornalistas,
3 amigos,
3 poetas,
3 músicos, 
3 compositores,
3 cantores,...
em vários 3,... resultam 1, 
em uma banda denominada Carolina Sennegal.
 
 
Carolina Sennegal agrada e faz dançar em MPB, Forró e Reggae.
Teve sua primeira vez em março de 2004, em data anunciada, presenciada por muitos e curtida por todos,...
agora, mais experiente e menos recatada, já tem a sua segunda vez agendada, novamente, com data marcada
e certamente contará com a participação dos muitos e de mais alguns e a mesma curtição, por parte de todos. 
 
E tenho certeza, que conhecendo os 3,... essa segunda vez, terá os cuidados de primeira vez.
 
Merece a Carolina, merecem eles e merecemos nós, que estaremos lá, para mais essa vez.
 
 
PARABÉNS E SUCESSO!!!,...
aos 3 em um(a) Carolina Sennegal!
 
INGRESSOS A VENDA:



 Rabiscado por Decca às 20h03 [] [envie este rabisco]


DESDE 1960

"DESDE 1960" - uma excelente safra

"cuide de seu jardim que as borboletas virão"

... e assim fizeram por longos, 44 anos,...
afastando os gafanhotos que ameaçavam a floração,
embalando cada fruto e assim protegendo das inúmeras variáveis ambientais,
bailando ou lavando os rostos em dias de tempestade,
adubando para os dias de verdes não tão verdes e na expectativa de floradas mais belas,
e assim, nessa "acontecência" foram colecionando safras singulares.

Hoje, comemoram 44 anos de casados: meus pais!
FELICIDADE, HOJE E SEMPRE
e que os jardins possam ser regados amanhã e depois e depois de amanhã,
com a doçura e o encantamento de ontem.

AMO VOCÊS!



 Rabiscado por Decca às 09h47 [] [envie este rabisco]


SERENATA

... cheia de coisas para fazer e esses rabiscos me seduzindo...

Desde ontem (e sempre) e mais ainda durante a noite,
fui acompanhada pelas reticências,... (essas jamais me abandonam)
e além delas, somaram-se amigos, cerveja, bom papo, violão, música boa,
palhinha com cantoras divinas cujas vozes fazem amor com minha alma,... (e olha elas aqui! 'as reticências')
faltaram alguns dos amigos e os amigos que me acompanham nesses rabiscos,
esses que, diariamente, rabiscam comigo e em mim,... (olha quem tá aí do lado de novo! 'as reticências'), e...

... pelo tanto que doam em cada frase que escrevem,...
... pelo tempo que a mim dedicam,...
... pelo carinho que tem força de atravessar esse espaço virtual e aqui chegar,...
... pelos rabiscos
... por cada visita
... por cada momento compartilhado,...
"só me resta dizer que te é devido muito mais do que te pode ser pago" (Macbeth, W. Shakespeare)

e acabei me empolgando tanto, que resolvi me declarar à vocês em uma SERENATA,...
e espero que apesar disso, ainda voltem! (rs*)


***  CLIQUE NA IMAGEM  ***
PARA  A  SERENATA


JÁ FOI AO ENSAIO ABERTO, HOJE????,... CLIQUE AQUI!




 Rabiscado por Decca às 09h20 [] [envie este rabisco]


APENAS RETICÊNCIAS ?

Ando um tanto quanto dramática ultimamente
e isso não é nem bom, nem ruim, apenas é.
Se alguém me perguntar: sim, tenho todas as razões para estar feliz
ou quase todas, ou a maioria delas, ou pelo menos algumas delas.
Tá bom, tá bommmm, uma única boa razão,
mas já seria o suficiente, por que é uma única super boa razão, ou média razão, na verdade é uma pequenina razão
mas que faz muita diferença, ou alguma diferença, ou diferença alguma.
Mas a razão é boa, porque decidi que assim seria e ponto, parágrafo e travessão.
Tá, táááá, talvez não seja um ponto, parágrafo e travessão, talvez seja um ponto e vírgula,
ou talvez sejam apenas reticências.

apenas reticências ?


JÁ FOI AO ENSAIO ABERTO????,... CLIQUE AQUI!




 Rabiscado por Decca às 00h02 [] [envie este rabisco]


SONHOS

Dizem que os sonhos podem virar realidade,... e nem sempre acredito no que dizem,...
mas outro dia sonhei que sentia muita vontade de um xixi,... acordei e era verdade!
É,... preciso acreditar mais nos sonhos!
Opsssss,.... será (idéia)?!!!!
...
 

eu acredito! eu acredito! eu acredito! eu acredito!


COMUNICADO

HOJE NÃO HAVERÁ ATIVIDADE NO ENSAIO ABERTO
TODAS AS PERSONAGENS ESTÃO SOLTAS PELA NET
E DESSA FORMA É IMPOSSÍVEL CONTINUAR



 Rabiscado por Decca às 00h50 [] [envie este rabisco]


BRINCADEIRA DE CRIANÇA

JÁ FOI AO ENSAIO ABERTO,... CLIQUE AQUI!


A DECCA NÃO FALTA,... QUEM FALTA É...

Naquele tempo, a maioria de suas brincadeiras ocorriam na rua, e havia muito espaço lá fora para expandir a criatividade, onde o limite era a sua imaginação e essa, sempre a surpreendia. Naquele mundo sem fronteiras, não havia qualquer distinção com brincadeiras de meninos ou meninas, havia um tempo para o futebol com chuteiras "kichute", empinar pipas, bolinhas de gude, e um outro para as bonequinhas de papel, às Susy´s (algo como as "Barbies" de agora, e em sua lembrança, muito mais lindas) e tinha também as brincadeiras "unisex" como bandeirinha, polícia e ladrão, taco, expedições pela "mata à dentro" em bikes ou trilhas a pé, mãe da rua, batatinha-frita-um-dois-três, lenço atrás, polícia e ladrão, esconde-esconde, pega-pega, queimada, passa anel (brincadiera que ela suspeita que, de tão parada, os meninos só a aceitavam porque teriam entre suas mãos, as mãos das meninas) e havia também aquelas brincadeiras mais especiais, que falavam por ela quando lhe faltava coragem de demonstrar carinho para algum menino e então, sugeria que brincassem de "pera-uva-maça" ou "beijo-abraço-aperto de mão", e lá fazia "ousadas" demonstrações de seu amor tímido. Bons tempos aqueles em que, em algumas noites, decidiam fazer bailinhos nas garagens que levavam o nome de "mingau", bastava para isso, uma luz de cor diferente, alguns LP´s de vinil (antecessores dos CD´s), refrigerante e cachorro quente, os meninos escoravam uma das paredes da garagem, e as meninas se amontoavam no lado oposto em coxixos e sorrisos nervosos gerados pela ansiedade do momento da dança. Ela lançava olhares na expectativa de que seu príncipe viesse tirá-la para dançar, e quando isto acontecia, saíam bailando e todo o resto desaparecia, era como se congelasse tudo ao redor e sequer notavam os amigos ou os carros, que passavam olhando, pelas ruas tranquilas. Ingênuas eram suas brincadeiras e até quando exausta de correr, pular e dançar, deitava com os amigos na grama e olhando o céu, começavam uma nova brincadeira: "Fui no RABISCANDO e senti falta da Decca",... "A Decca não falta,... quem falta é você (que vem chegando),..."



 Rabiscado por Decca às 14h51 [] [envie este rabisco]


BONSAI

NENHUM SER HUMANO SERÁ UM BONSAI"

O texto, escrito por Willians Valentini, utiliza do bonsai para fazer uma metáfora com a prática adotada em vários hospitais psiquiátricos brasileiros, onde, num pacto do "aqui não se pode crescer", ações interventivas, podam "as raízes e as copas das árvores" dos pacientes, deformando-os.



"BONSAI, é originário do Japão, e seu cultivo cumpre
ritos e tem significados naquele contexto cultural.
A metáfora, usada pelo autor, pinça apenas um detalhe
dessa arte milenar, para questionar as ações contra o
crescimento individual e humano". É descontextualizado
da cultura na qual foi constituído, porém vale como reflexão.

Sempre quis cultivar bonsais,... lhe encantavam por tão pequenos, por tão resistentes, por tão contorcidos, por tão milenares por tão "em si mesmados". Trazia bonsais, em si, onde percebia partes internas não crescidas, atrofiadas ou não, onde algumas,  que se apresentavam com a idade em que foram criadas, permaneceram intactas, novas e eternas residentes na "Terra do (seu) Nunca". Outras, tão antigas e deformadas. Apresentava uma habilidade inata para criar bonsais e não sabia,... talvez agora, seus dedos ousassem em se misturar a terra úmida e retirar do solo a raiz que quis crescer, e sem espaço, conteu-se "em si mesmada", inchada, concentrada e fortalecida aos olhos de outrem, e tão frágil, aos seus.


HOJE TEM ENSAIO ABERTO,... CLIQUE AQUI!



 Rabiscado por Decca às 13h12 [] [envie este rabisco]


Um querido amigo peruano, residente em Lima (Perú), me enviou uma mensagem sobre uma matéria interessante que havia assistido com a autora de um livro, que o fizera lembrar de mim:

SINOPSE

As estratégias da arte da guerra são uma combinação perfeita para as      
maiores forças naturais da mulher. Intuitivamente, as mulheres sempre     
utilizaram algumas das estratégias da arte chinesa da guerra ao negociador
com maridos, namorados, filhos, patrões, amigos e clientes. Nós não       
sabíamos que éramos estrategistas disfarçadas. Já está mais do que na hora
de aprendermos tudo que se relaciona à arte da guerra, para vivermos      
felizes e em paz.

O diálogo (adaptado) abaixo, ocorreu através das inúmeras trocas de e-mails que fizemos, em seguida:  

- Raúl, a autora desse livro é uma chinesa que reside há anos nos EUA?!!!
- Sim, palomita, é chinesa e chama-se Chin Ning Chu e escreveu a Arte da Guerra para Mulheres, vi a entrevista, hoje, muito cedinho, no programa da loura e do louro. Adivinha qual?
- Não acreditooooooooooooooooooooooo!!!! Tinha mais alguém, além dela, dando entrevista?
'Tipo assim', uma moça com cabelo channel e com um bebê no colo?

- Sim, tinha alguém mais, de cabelo preto? Você conhece ela? Ela também tinha olhos bem grandes
- (r*) Sim, a moça dos olhos bem grandes é minha cunhada,...
o bebê no colo é meu sobrinho, o Diego... putzzzzz,.... e eu perdi,... grrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr,...
não acredito, que você assistiu daí, do Perú, as 6:00hs da manhã,... e eu não,... dá pra acreditar?
Ela gravou a entrevista há quase 2 meses e não sabíamos, ao certo, quando iria passar,
e passa hoje (20/ maio), você assiste e eu não.
- Olha, palomita, 170 milhões de brasileiros, e eu, tinha que ver a sua cunhada na TV! (risos) Apareceu também um outro menino, um pouco mais velho.
- Aiiiiiiiii, não!!!!! O Lucca, também?



Essas são as minhas preciosidades, os "meninos dos meus olhos"
e que quando divulgados em rede nacional e internacional,
eu não vi (grrrrr).
Aqui, vocês são líderes completos de audiência!!!
A TIA AMA VOCÊS, POR DEMAIS!!!
(não encontrei uma foto onde a moça de olhos bem grandes, pudesse acentuar a sua fama de
'moça dos olhos bem grandes'
quando encontrar, estarei publicando-a aqui, tá?!!!)

... e fiquei com um misto de inveja danada porque o "mundo" viu e eu não,
e com um orgulho de não caber em mim,...
 


EXTRA,... EXTRA,... EXTRA,...

Já foi ao teatro, assistir a um ensaio aberto com a possibilidade de ajudar a dirigir as cenas e palpitar?

SUA OPORTUNIDADE CHEGOU,... (rs*),... ENSAIO ABERTO,... CLIQUE AQUI!



 Rabiscado por Decca às 09h29 [] [envie este rabisco]


MÁGOAS, SUSTENTADAS EM SOBREVIDAS


Orgulha-se?

Não ouse assoprar!

Não teime em diluir,
a dor.

Volte quando quiser,
permanecerá aos seus olhos exposta como em destaque,
mesmo que não esteja mais lá,
e a parede se apresente, vazia.

Estampando o orgulho
em manchas holográficas.

Orgulha-se?
Então, volte amanhã e depois e depois de amanhã.


Essa sina é sustentada por ti, e faz o prenúncio da ruína da mente, pela danada da mágoa, que te faz preparar e tomar o veneno na expectativa de que o outro morra, e mantém em carmim, a sobrevida do que já foi. 

Já foi ao teatro assistir a um ensaio aberto com a possibilidade de ajudar a dirigir as cenas?

SUA OPORTUNIDADE CHEGOU,... (rs*),... ENSAIO ABERTO,... CLIQUE AQUI!



 Rabiscado por Decca às 08h54 [] [envie este rabisco]


5 ANOS DE DIFERENÇA

Ela com 5 anos a menos que ele e ele com 5 anos a mais que ela. O quanto, mais velho, ela não entendia. Sabia ser ele o mais velho e, somente isso já seria o suficiente e um excelente álibi para todas as experiências que passavam na mente mirabolante do seu irmão mais velho. Ele sempre foi seu "herói e seu bandido", e então cedia às inúmeras chantagens, "somente" para agradá-lo, para que ele a amasse em igual proporção que seu coração transbordante nutria por ele.

Desde que nasceu foi assim,... lhe contaram que, quando pequenina, tentou carrega-la e por entre seus braços miúdos, deixou-a escorregar em um balde com anil,... a mãe, em susto, acudiu e retirou do balde a pequena irmã, tingida de azul,... era sua cor preferida (rs*). Sim, ele a amava!

Cinco anos, essa era a diferença, e essa diferença os diferenciava nos 5 anos a mais, de mãe, que ele tivera, e ela não. Dos 5 anos a mais de experiência e sapiência, que ele apresentava, e ela, não. E quando ele com 10 e ela, retirados a diferença, com 5 anos, ele lhe disse que tinha o dobro da sua idade e merecia respeito. Assim se fez, afinal, ele tinha o dobro da sua idade. No ano seguinte, ele se apresenta diferente, disse que ela estava envelhecendo muito mais rápido que ele. Que no ano anterior, ele tinha o dobro da idade dela, e agora era apenas 5 anos mais velho, e que se continuasse assim, algum dia, ela seria muito mais velha que ele. Um silêncio pensativo no ar. Precisou fazer uma conta lenta com a ajuda dos pequeninos dedos, 6 com 6, somavam 12, e se no ano passado era o dobro, ele tinha que ter 12 anos, mas tinha apenas 11. Não tinha mais o dobro da idade dela e caiu em susto, ela estava envelhecendo mais rápido e seria, realmente, um dia mais velha que ele. Se um dia foi o dobro e agora, era apenas 5 anos mais nova, depois seria 4, 3, 2, 1. E essa diferença, que desde nascida ou ainda pequena, havia se acostumado, deixaria de existir. Até que um dia, seu herói particular, fosse mais novo, ela envelheceria e ele duraria para sempre. E pensou,... "só heróis com poderes especiais, conseguem esses feitos".


CONTINUO MANDANDO TODO MUNDO PARA AQUELE LUGAR:

QUERO QUE VÃO TODOS PRO  ENSAIO ABERTO  !!!!!!  (rs*)

ENSAIO ABERTO   é mais um "pedaço de mim", lugar onde tiro todas as máscaras,... para usar outras.

NO ENSAIO: CENA 1 E CENA 2



 Rabiscado por Decca às 13h00 [] [envie este rabisco]


ENSAIO ABERTO

BEM,...
HOJE VOU MANDAR TODO MUNDO PARA OUTRO LUGAR:

VÃO PRO
ENSAIO ABERTO !!!!!

eheheh

ENSAIO ABERTO
é mais um "pedaço de mim mesma".
Lá, tiro todas as máscaras,... para usar outras.

Com tantos blogs de amigos estreiando, novos templates, novos endereços, novos conceitos e novos novíssimos
"eu invejei",.... eheheh,...

PORÉM,... CONTINUAREI NO RABISCANDO,... ISSO TEM SIDO VITAL, VISCERAL, PRIMORDIAL....

Encontro-os na estréia do


ENSAIO ABERTO           ENSAIO ABERTO           ENSAIO ABERTO           ENSAIO ABERTO 




 Rabiscado por Decca às 01h23 [] [envie este rabisco]


RESTA UM

após a faxina nessa turbulência de incompreensões mentais,
de lembranças confusionais e coisificadas,
estampada em formas
vivas e presentes,

R
E
S
T
A
R
Á

U
M
?



 Rabiscado por Decca às 09h26 [] [envie este rabisco]


PELOS CANTOS

Era tímida, a simples presença de pessoas, a assustava, e não cabia no vasto mundo que se apresentava ao seu redor. Sentia-se minúscula e sem lugar. Escondia-se, grudada, entre as pernas da mãe, quando as pernas estavam próximas, e quando não, um canto qualquer a acolhia. Tinha, nos cantos, seus amigos, e as vezes sentia que até eles a empurravam para fora e encolhia-se em si. Acostumou-se a olhar e esse era o seu segredo, já que não a olhavam. 'Talvez as formigas, que não andam em bando, sentiam-se assim', pensava. Disfarçada de cantos, perambulava pelos lugares e aprendeu a desvendar.
 

 
FRAGMENTOS DA CONSERVA
 
"Meu sexo, antes frágil
Pulsa no compasso do meu ir."


 Rabiscado por Decca às 10h26 [] [envie este rabisco]


AS DEZ COISAS QUE UM CÃO QUER DE SUA GENTE

AS DEZ COISAS QUE UM CÃO QUER DE SUA GENTE (do Millôr, 'eu acho')

Não tenho cachorro. Certa vez, tive um, o Bandite e foi trocado por uma cortina (rs*,... hoje, posso rir disso), com o verdureiro da rural, que vendia verduras e legumes, percorrendo todos os H's do C.T.A., local onde eu morava quando criança,..

Quando li o texto, em anexo, pensei no Bandite, que virou cortina e na Monilla, um labrador, a cadela que sempre esperei ter. A quem dei um nome, sem nunca ter sido ou existido. A Monilla compunha o meu projeto de núcleo familiar, com marido, filhos (3) e ela, a Monilla. Não vieram os filhos, não veio o marido e nem a Monilla.

E lendo o texto, lamentei que além da Monilla, me lembrava de pais, de mães, de avós, de tios, de irmãos, de filhos, de pessoas com necessidades especiais,... que chegam "abanando o rabinho" e permanecem esquecidos,...


01 - Minha vida deve durar entre 10 e 15 anos. Qualquer separação de você será muito dolorosa pra mim. 

02 - Me dê algum tempo pra entender o que você quer de mim.

03 - Tenha confiança em mim - é fundamental pro meu bem-estar.              

04 - Não fique zangado comigo por muito tempo. E não me prenda em nenhum lugar como punição. Você tem seu trabalho, seus amigos, suas diversões. Eu só tenho você.

05 - Fale comigo de vez em quando. Mesmo que eu não entenda as suas palavras, compreendo muito bem a sua voz e sinto o que você está me dizendo.  

06 - Esteja certo de que, seja como for que você me trate, isso ficará gravado em mim pra sempre.

07 - Antes de me bater, lembre sempre que eu tenho dentes que poderiam feri-lo seriamente, dentes que eu nunca vou usar contra você.

08 - Antes de me censurar por estar sendo vadio, preguiçoso ou teimoso, pergunte se não há alguma coisa me incomodando. Talvez não esteja me alimentando bem. Pode ser que eu esteja resfriado. Ou é apenas meu coração que está ficando velho e cansado. 

09 - Cuide bem de mim quando eu ficar velho; você também vai ficar.                                                        

10 - Não se afaste de mim em meus momentos difíceis ou dolorosos. Nunca diga: "Prefiro não ver" ou "Faz quando eu não estiver presente". Tudo é mais fácil pra mim com você do lado.



 Rabiscado por Decca às 11h10 [] [envie este rabisco]


ESTRADA,...

 

Quem sabe,... quando eu voltar,... volte comigo, a inspiração?!!!

Fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii



 Rabiscado por Decca às 10h34 [] [envie este rabisco]


- Liguei apenas para dizer “oi” e saber como você está?!!!

( Liguei, porque estou com saudade de você em mim! Porque quero te amar a noite toda e quero que ela não tenha fim.)

- Não se preocupe comigo, ficarei bem! Liga para ela, para a sua "ex" e quem sabe agora seja diferente?!!!! Dê mais uma chance à vocês! Ficarei bem,... e, se não der certo, me procura, e se eu ainda quiser,... sei lá,... 

( Eu me importo, vou sofrer, é lógico que a escolha é sua, porém quero que saiba que quero você! )

- Não quero nada sério!

(Quero me envolver, porém tenho medo de sofrer novamente! Tudo isso me assusta )

 

E ASSIM FAZIA SEMPRE COM O SEU DESEJO, DESEJO QUE NÃO CABIA EM LUGAR ALGUM,...

não falava, e ele achava que ela não sentia,...

não lutava, e ele achava que, para ela, ‘tanto fazia’,...

não expunha, e ele achava que ela não queria,...

dizia: “vai” e ele pensava, “que mulher legal, compreensiva e independente!”,...

 

E ela ficou,...

despedaçada

e seu desejo perambulando, a esmo.

 

E ele ficou,...
inseguro
e livre para alguém que o quisesse, o desejasse, o amasse e que pedisse para que ele ficasse!
(SUSPIRO)

 

"F i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i

 i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i
 i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i
 i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i
 i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i
 i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i
 i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i c a!
(não seria um pedido,... seria um apelo)"
(Ricardo de Oliveira)



 Rabiscado por Decca às 13h04 [] [envie este rabisco]


TEM CRAVO NAS COSTAS?!!!

Maionese, tem que ser Hellmann's
Caneta, tem que ser Mont Blanc
Sabão em Pó, tem que ser Omo
Cerveja, tem que ser gelada (rs*)
Homem, tem que ser,... ????

é,... isso eu não sei bem,... esqueci de anotar a "marca",... e vou experimentando para ver se me lembro os que condizem aos relevantes critérios e valores,... e em morenos, pardos, castanhos, loiros, mestiços,... vou me "perdendo",... tentando me achar,... e assim como as cervejas,... sem marca fixa,... estabeleço um "mínimo" aceitável (e quanto mais velha fico, mais esse mínimo, fica, cada vez mais rígido), pode ser Bohemia, poder ser da Bhrama, pode ser Original,...

Homem, tem que ser original, com pitadas de romantismo, que me trate como mulher e como amante, que me proteja e aceite meus cuidados, que compartilhe, e que seja independente, que goste de dançar, viajar e de ficar, que viva a poesia e o glamour da vida, que seja fiel e congruente ao que sente e a mim. E as vezes, se permita a uma certa incongruência. Que permaneça, enquanto haja a acontecência, e só então, se vá. Que deixe saudades quando for. Que ligue quando estiver longe, ou espontaneamente, numa traquinagem, quando estiver na sala ao lado e dizer "oi, estou com saudades". Que fale e que ouça. Que me olhe e receba meu olhar. Que ao dormir, confunda suas pernas nas minhas e me abrace, e que ao virar-se, seja abraçado. Que diga, por mais difícil que seja.

E por essas razões todas,... não sei ao certo como "ele" precisa ser,...

Uma amiga de meu irmão, indignada por me ver "sozinha" (mal sabe ela que tenho os meus segredos,...rs*),... quis me arrumar um pretendente, recém descasado, financeiramente estável, divertido, e com a plasticidade semelhante ao dos irmãos Baldwin (eu, apaixonei,..rs*),.... e meu irmão, o afasta dizendo: "Arrume outro para ela, com todos esses requisitos, esse é meu!",...eheheh


E me lembrei de uma amiga que, sozinha,... despertou os cuidados dos amigos que tentavam lhe arrumar um companheiro,... havia um que trabalhava em um Instituto de Pesquisa, era físico doutorado, recém-separado, respeitador,.... enfim,... descreveu o pretendente e diante de "tantas referências atrativas", minha amiga, pediu para que o amigo falasse coisas mais interessantes sobre o tal rapaz:
- "Tipo assim,.... se ele tem cravo nas costas?!!!"
- "Cravos nas costas?!!!! Sei lá,... por que?"
- "Porque com tanta perfeição, o cara deve ser um chato, e se ao menos ele tiver cravo nas costas, eu tenho com o que me distrair!"
(RISOS)



 Rabiscado por Decca às 10h32 [] [envie este rabisco]


MÃE

"ACONTECÊNCIA"

Consegui nada escrever no dia das mães,... apenas a senti e no que desejei escrever,... falei,... falei em gestos, em palavras, em carícias, em reconhecimento, em presença, em olhares,... em, simplesmente, "em estando",... acho que é isso,... queria "acontecer" nesse dia das mães,... e vivi intensamente essa "acontecência" nessa mulher magnífica que desde meu sempre, chamo-a de mãe,...

e são tantas dessas mulheres, e tantas na minha família,... que decidi acariciar a minha mãe-mór, não somente com as carícias que lhe faço diariamente em meu pensamento,... e sim, com carícias externadas,... é preciso que ela saiba disso,...

e penso que assim prossegue,... saímos acariciando as pessoas queridas, em pensamento, e quando falamos, há espaço para o que é áspero,... (essa imagem não sái de minha mente desde que a ouvi de uma grande mulher-guerreira-tia),... quero acariciar mais as pessoas e que elas saibam disso,... não basta acariciá-las em minha subjetividade,...

e nesse dia,... que resguardei para as carícias à minha mãe,... visitei os "rabiscos" de amigos e lá estavam as palavras que desejei escrever, e não escrevi,... estavam lá os sentimentos impressos,... e tomei-os, no silêncio entre linhas, como "meus",...



 Rabiscado por Decca às 20h41 [] [envie este rabisco]


O UNIVERSO CONSPIRA

Indo para a faculdade (bem que venho dizendo que ela não tem me inspirado,...rs*),...
bati o carro na Dutra, estava quase chegando,.. tanto que não quis chegar, que não cheguei,...
preciso ter mais cuidados com o que desejo,... 
O UNIVERSO CONSPIRA!

As dores no corpo denunciam: "viva!"
E foi assim: sexta-feira, em um segundo "ele nas mãos", na mente os planos, expectativas, vontades e sonhos,...

nos milésimos seguintes: a vida em rápidos fragmentos, a fantasia da morte próxima ou a de parte.

Trânsito lento, mas fluia,... nada por que parar, mas o carro da frente parou,... ele sem luzes, nada me sinalizando e eu nele,... sabia que ia bater,... foram fragmentos em segundos em direção ao "fim",... pensei na morte ou ela pensou em mim,... até então, acidente na dutra = morte, em minha fantasia,... e daí, pensei na vida,... não na que guardo na lembrança,... não nas histórias passadas,... essas, já vivi,... pensei no que eu tinha ainda para fazer,... em minha missão,... em meus projetos,... pensei em pessoas,... família, amigos, parceiros, amantes, ex, desconhecidos,... e os desconhecidos do carro da frente, me inspiraram a tudo isso,... Estamos bem,... os desconhecidos e eu,...

(-) fragilidade/ solidão/ alguém miúdo na imensidão/ um cisco de gente/ impotente/ ameaça/ medo/ saudade
(+) uma chance/ recomeço/ amigos/ família/ pai/ MÃE

Uma parte de mim está lá no KM 156,... a que voltou,... QUER MUITA COISA
E O UNIVERSO CONSPIRA!

*** FELIZ DIA DAS MÃES *** 



 Rabiscado por Decca às 19h41 [] [envie este rabisco]


LIVROS,...

...o que ando lendo?

Na internet,... e-mails, cultura, imagens, patrimônio, comunicação, psicologia e os mundos encantados dos blogs,...
Na cabeceira,... mafalda (quino), gibi com as histórias de walt disney, rubem alves, mundo de sophia, revista bravo,...
No escritório,... dicionários (aurélio, la planche, símbolos), + rubem alves, textos de psicologia, mitologia, contas à pagar,...
No banheiro,... me abasteço de drummond, enquanto expulso minhas "merdas",...



 Rabiscado por Decca às 12h03 [] [envie este rabisco]


R-E-S-S-A-C-A


A-semana-começa-no-domingo?-Então-foi-assim:,-domingo-cerveja-e-cachaça-e-batida-de-pinga-e-pinga-com-mel-e-vinho,-segunda-cerveja,-terça-ressaca-da-cerveja-da-segunda-e-do-domingo,-quarta-cerveja-e-malte,-quinta-cerveja-e-cachaça,-sexta-planos-de-mais-cerveja-para-hoje-e-para-sábado-e-para-domingo,-putzzzzz-e-me-dei-conta-de-que-no-domingo,-começa-de-novo,-a-semana,....ahhhhhhhh-os-traçinhos-e-os-pontinhos-(as-reticências)-entre-as-palavras,-servem-para-me-ajudar-a-ficar-em-pé,-preciso-deles-para-me-escorar-e-para-as-letrinhas-não-penderem-beijinhos-embriagados.-Tintim.



 Rabiscado por Decca às 11h34 [] [envie este rabisco]


ESSA É UMA OUTRA HISTÓRIA

DA CONSERVA INFANTIL,... (porque foi o que veio, depois de uma profunda lambidela no umbigo,...)

O menino verde
morava numa linda casa verde
De um lado, uma grande verde montanha
do outro lado, a beleza do verde lago.
 
Os pais do menino verde, eram verdes
e eram verdes também os três irmãozinhos.
Um pouco menos verde era o pequeno cachorro Pipo
Qqe quando tomava o leite, espalhava o verde leite no chão da verde cozinha.
 
Verde eram as flores que ficavam no jardim verde
pelo orvalho que na verde noite caía.
Algumas borboletas verdes e outras abelhas quase que tão verdes
sobrevoavam o verde jardim.
 
O sol verde quando nascia
esquentava a verde nuvem e chovia,
choviam pingos verdes, e quando o sol ressurgia
surgia também o imenso verde arco-íris.
 
A verde noite aparecia, assim que o sol se ia.
e junto com a noite vinha o morcego verde.
Atraídas por tantas luzinhas verdes que piscavam,
Vinham as estrelas verdes que também no verde céu brilhavam.
 
Na manhã de um lindo dia verde
o menino verde foi à escola
que impressionava com sua intensa verde cor,
a criançada toda verde que não parava de chegar.
 
Na sala de aula verde,
entre tantas cadeiras verdes,
o menino verde viu com seu verde olhar
que a sua cadeira verde não estava vazia.
 
Curioso, o menino verde, aproximou-se da verde cadeira
onde um não verde menino, sentava na sua verde cadeira.
O menino verde perguntou ao menino: Quem era?
"Sou o menino azul", respondeu, mas essa é uma outra história.


e vou repintando cores no meu jardim secreto,...
hoje, triste,... as mais sóbrias...
porque pintei cores berrantes, onde cabiam cinzas
(e penso: quanto espanto)

(...) (...) (...)


"muito prazer, eu sou você! Quanta estranheza!"

E nesse falso colorido, que "jaz morto e arrefece"(*)!

Que linda essa tristeza que fica,...

Por que as crianças precisam, sempre, vir acompanhadas de felicidade?
Por que cobram delas a ausência da tristeza, tão presente no adulto?
Minha criança, hoje, se sabe triste e se alivia,...
isso, não precisa fingir,...
que finjam os outros,... hoje, quero ser cinza na criança que fui

(*) Fernando Pessoa



 Rabiscado por Decca às 11h30 [] [envie este rabisco]


UMBIGUISMO

A partir da imagem sugerida pela Regina (que adora "gatos" de todos os tamanhos),...

...continuo lambendo meu próprio umbigo para consumo interno!



 Rabiscado por Decca às 12h33 [] [envie este rabisco]


Inspirado num post do "Não toque, Alice"

"É meio constrangedor a gente ficar, depois que todos vão embora." (DRUMMOND)

Sozinha,
e constrangida, sinto-me obrigada a olhar pra mim
e o que fazer com essa desconhecida?



O espelho estava lá, pendendo da frouxa moldura e,
a imagem, gasta, deveria estar também, rasgando o espelho,
e não estava. Olhava e nada via.

Até a própria imagem fugira-lhe.
E isso a tranquilizava, num fingir que nada sabe.

Desejava a solidão na sua existência miúda, e nem a ela tinha.
Já não tinha a companhia, nem da solidão,
pois o vestido se erguia e a desafiava à lembranças.

As tantas perguntas que fizera e que foram jogadas fora,
uma a uma,... estavam lá não respondidas
e avolumava-se com elas no chão esquecido
eram um amontoados de descartáveis nadas significativos.

Com pernas trêmulas, ergueu-se e estanque permaneceu
não ousava vestir o vestido, que fitava-lhe em atrevimento.

Despiu-se!



 Rabiscado por Decca às 07h57 [] [envie este rabisco]


LIBERDADE! LIBERDADE!

"nós gatos já nascemos pobres,... porém já nascemos livres,..."

LIVRES?!!!

Se escolho, e me aprisiono na não-escolha,... quanto há de liberdade, nisso?!!!



... e eis que hoje estou assim,...
eu e meu umbigo,...
nesse culto ao umbiguismo,... e sem culpa,...



 Rabiscado por Decca às 14h57 [] [envie este rabisco]


GROUPIE

(TOCA O TELEFONE)
- Oi, desculpa ter ligado somente agora, estava gravando no Rio e depois os shows,... bem,... desculpa, posso subir?
(60 segundos depois, a campainha, um abraço gostoso, e eu, na qualidade de fã, recebendo-o em casa - minha casa)
- Que legal que você mora aqui, a vista é linda!
(bla bla bla bla bla bla e bla bla bla,.... conversamos muito)
- Você, normalmente, fica por aqui?... Posso vir e tocar pra você a tarde toda? Tomar um sol?,...
(surpresa)

(um outro momento, uma outra pessoa e eu novamente na qualidade de fã)
- Eu moro de frente ao banhado, num apartamento legal, onde, finalmente, posso receber os amigos,... apareça por lá...
(eu?!!!! sua amiga?!!!!)
- (completei) ... então, quando estiver passeando pelo banhado - sentido bairro, vá até tal edifício, é lá que eu moro,... em frente ao banhado.
- Ahhh,...lá?!!! Lá mora um amigo meu que toca na noite e está gravando umas músicas para o filme do Cazuza,...
- (risos)... é eu sei,... ele disse que vai tocar uma tarde lá em casa,... tomar um sol,...
- Então, eu vou visitá-lo e subiremos os dois, e tocaremos, os dois, pra você,...
(surpresa dupla)

(um outro momento, uma terceira pessoa e eu novamente na qualidade de fã,... e como cabem "ídolos" no meu coração,...rs)
- Quando você fará outra "rave rural" (versão country: sem eletrônicos, com muito violão e MPB, Pop e Rock Nacional),... naquele lugar maravilhoso?
- É,... precisamos combinar,... mas antes disso, o "fulano" ficou de ir tocar lá em casa e blá blá blá blá,...
- Sério?!!! Então eu vou visitá-lo e subimos os 2,... opssss,.... os 3,...
(surpresa tripla)

E eu, que nunca fui,... me senti uma GROUPIE...

E o que é uma groupie? "O termo groupie foi popularizado nos anos 60 para definir alguém cuja vida social girava em torno de encontros e perseguição a roqueiros. Derivou do inglês group (grupo). Numa tradução livre de groupie, seria algo como enturmada. Hoje, o termo pode ter várias conotações, mas continua significando uma pessoa que persegue algum relacionamento com celebridades."

Tá certo,... tá certo que eles não são celebridades (ainda),... mas "carregam" seus fãs por onde tocam,... e que eu não busquei relacionamento algum,... basta que sejam meus amigos e o que são,... e eles virão para o violãozinho,..... sei que virão,... gostamos das mesmas coisas,... amigos, música boa, papo-furado, filosofia 'barata", cerveja, pinguinha da boa e com mel, 'comes' e 'bebes',... muitos 'bebes'...

e por falar nisso,... ainda estou de ressaca,... a cabeça pesa,... mas foi bom,... valeu cada subida e descida dessa escada (rs),... valeu cada risada,...

Me lembrei de uma música que foi gravada pela Gal Costa:

Groupie
(Beti Niemeyer)

Comecei namorando um som
E virei groupie
E virei fã
Grudada no braço de um violão
Como se fosse uma lã

Engrupindo corações
Como uma groupie
Como uma fã
Num grupo que toca
Que sai pela estrada
Buscando mais ilusões

Mal vi a música, me vi mal
Pois eu sou groupie
Pois eu sou fã
Não há quem não saiba
Que eu me entreguei
Sou prisioneira da canção


Falei sobre morar em frente ao banhado,... e para quem não conhece,... não tem como explicar,... tem que ver para entender:
 
é de frente pra tudo isso que moro,... meu lar doce lar... lindo ao amanhecer, coberto de neblina nos dando a ilusão de mar,... lindo com o sol alto, lindo no entardecer com o sol escondendo-se por detrás,... e lindo de noite, com um suave fog lhe lançando em mistérios,... e a lua, bela que estava ontem,... iluminava-o de forma bem especial,....
 

 
Segunda-feira,... e essa semana resolvi começar a, realmente, fazer a faculdade,... estou na metade do 7° semestre e resolvi, agora, a "engrenar" nos estudos,... quem me conhece sabe o quanto era caxias,... eu era caxias até o ano passado,...  esse ano,... eu passeio por lá,.... onde estão os mestres que me inspiravam?!!! Por onde anda a Elvira, a Dani Corga, a Vanessa Louise, a Helena, a Fátima, o Walter "Buana",... eles eram meus inspiradores,... meus mestres, aos quais dedicava meu carinho e admiração,... mas o ano tem que começar,... me propuz a ter uma bela formação,... então hoje eu vou à aula,... mas,...
 
mas,... acho que preciso começar devagar,... para não estranhar muito,...rs.... então, meus planos são os seguintes: assisto a primeira aula e na segunda,... bem,... na segunda,... acho que vou ligar pra alguém,...


 Rabiscado por Decca às 09h34 [] [envie este rabisco]